Home / Uncategorized / Samsung vai embolsar US$ 110 de cada iPhone X que a Apple vender

Samsung vai embolsar US$ 110 de cada iPhone X que a Apple vender

A Apple tenta, tenta mas não consegue se livrar da Samsung. Seu apreço pela excelência e experiência de uso definitiva sempre falou mais alto na hora de lançar seus dispositivos, e pelo menos no que diz respeito a componentes para iPhones a rival sul-coreana na maioria das vezes entregou o que cumpriu. Por muito tempo ela foi a fornecedora de processadores Apple AX, até a TSMC alcançar um padrão de qualidade que lhe permitiu chutar a antiga parceira.

Porém nem tudo são flores. O iPhone X, seu novo top de linha com preço absurdo oferece uma nova forma de uso com um display ocupando toda a parte frontal do aparelho, e por ser o componente de maior destaque a Apple decidiu dar um passo além: diferente dos iPhones 8 e 8 Plus, que continuam com telas de LCD o novo xodó da maçã exibe um suculento display OLED de 5,8 polegadas, resolução de 2.436 × 1.125 pixels (463 ppi) e altíssima definição de cores, mas para total desgosto da companhia seus fornecedores não conseguiram entregar um nível de qualidade satisfatório (como a LG) ou oferecem opções boas mas muito caras (como a Sharp e seus displays IGZO), que inviabilizariam o produto ao torna-lo caro demais. Claro, US$ 999 é um valor absurdo, mas divago.

A Apple teve que a contragosto contar novamente com a Samsung, que possui excelência comprovada na área graças a seus display Super AMOLED que equipam seus principais smartphones e tablets. O que vai deixar a maçã ainda mais fula é que o esperado sucesso do gadget (acredite, ele VAI vender como água no deserto independente do preço) também renderá rios de dinheiro à parceira sul-coreana: de acordo com informes recentes cada dispositivo vendido se reverterá em US$ 110 para a Samsung, única e simplesmente por causa da tela.

Estimativas recentes apontam que a Apple será capaz de vender em torno de 130 milhões de unidades do iPhone X nos países em que ele for colocado à venda (claro que é preciso levar em conta o marketing de escassez) e com base nesses números, somando a outros componentes fornecidos como capacitores e baterias a Samsung pode acabar tendo uma receita de até US$ 4 bilhões a mais do que a arrecadada com as vendas do Galaxy S8/S8+.

A Apple pode até espernear mas não tem muito o que fazer, apenas reconhecer que é melhor contar com um rival por perto fornecendo os melhores componentes que seu dinheiro pode pagar. Já a Samsung está feliz da vida: dizem rumores que os executivos da matriz nem ralham com os funcionários que preferem utilizar iPhones a suas próprias soluções, ao que costumam responder: “tudo bem, eles (a Apple) são nossos melhores clientes”. Logo, por que se preocupar?

Fonte: The Wall Street Journal (paywall).
Fonte: MeioBit

Sobre lokolive

Amante de tecnologia e de games, atuo no mercado de trabalho com TI em uma empresa de Telecomunicações e nas horas vagas, procuro ajudar os amigos do fórum em seus problemas no dia-a-dia e aprender com eles também. ;)

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: